DireitosReservados

DireitosReservados
☆poemasEleonoraMarinoDuarte☆edição&arteWalkyriaSuleiman☆

18 de mar de 2011

Sombra & Luz


A gêmea que me habita
germina coisas inúteis,
mete-se no que como,
onde durmo, com quem.

A tal quer ser pura,
imaculada, in natura,
acredita em jura, crê,
eu não juro, jamais!

Que vá procurar o eu
no lugar mais longe,
em algum complexo,
talvez no eu em anexo!

Deixa-me ficar aqui
com o pecado moral,
o estrutural desacato:
Eu sem nada, pó. Eu só!




foto: catharinaSuleiman

24 comentários:

Sylvio de Alencar. disse...

Caraca!!!!!!
LINDA!!!!!
Cantou, primorosamente, minha dicotomia!

Bjs! (Agora têm que ser, sempre, no plural!)

escotilha disse...

sylvio,

obrigada!!!!!!!!!!!!!!!!!

João Luis Calliari Poesias disse...

Esmero, fineza, sentimento.Eu, leitor, agradeço ao trio por esse belo presente.

escotilha disse...

luis,

o trio (eu em especial) fica lisonjeado com a sua presença. muito obrigada!


um beijo!

guru martins disse...

...danadas!!!!!!
tamos juntos

bj

betina moraes disse...

guru, querido!

viva!!!!

milu disse...

Já estou aqui, ja estou seguindo!!!1Lindo..lindo...e somos do mesmo dia....Bjs.

betina moraes disse...

milu,

você é de casa!

Leonardo B. disse...

Longa Vida a Mnemosine...

e celebrando deixo,


«E porque ontem ou amanhã são tão longe
tempo demais,
hoje,
vou ver esculpida uma palavra,
no corpo inconcluso, inacabado braço da viagem
entre dois rios,
entre duas margens
onde tudo se recorda devagar.

Mnemosine não é esquecimento;
É mar, imenso desde a raiz.

E porque ontem ou amanhã são tão longe.
desmemoria quase voz,
hoje,
vou nadar na água das estrelas,
na palavra cinzelada, pedra da vida na bagagem
dentro da casa meu abrigo,
dentro do caminho feito vento, aragem
onde me desperto devagar.

Mnemosime não é filha do momento;
Não é ilusão, musa breve, fronteira ou país.
É traço de mar imenso, abraço de raiz!»


Três Imensos Abraços,

desta margem tão perto!


Leonardo B.

betina moraes disse...

querido,

como você é grande!

um beijo, comovido.

"Seo" Renato disse...

Nooosssaaaa!, a ciclotimia d'alma, a bipolaridade humana, o antipodismo essencial, a orto-heteronomia de nós, tudo vem aqui em cantares belíssimos, de que os grandes gênios da humanidade (passando por Freud, Jung e Lacan) amariam.
De babar.
Abraço de duas asas a todas!

"Seo" Renato disse...

A foto: ça va sans dire, bien sûr. Genial.

Betina Moraes disse...

renato,

que surpresa!

você pegou o espírito de primeira! nada tenho a acrescentar, só posso agradecer pela leitura tão bem feita!

em nome de nós três, obrigada!

beijos.

Betina Moraes disse...

a foto,

sim, todas as que você verá aqui são um privilégio aos sentidos e é catharina quem nos concede!

abraços.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Queridos amigos e amigas

Esse blog tem duas mães e uma Madre Superiora.

Eu queria mesmo responder pra todos vcs, e o fiz, em meu coração.

Mas a Betina já disse tudo, ela que tem as palavras certas, que sabe como ninguém ser generosa e agradecida pela vida. A Betina gentefina, está em outro patamar, acreditem.

Fiquei muito feliz e agradecida. Acho que fiz algo de muito bom em outras vidas, pra merecer tanta felicidade. Ainda que momentânea, a felicidade inspira nos momentos difíceis, e é nessa hora que sabemos, que a felicidade é mesmo duradoura….

Acredito muito na Catharina e na Betina. Penso que a Catharina é uma grande artista, tem que fazer muitas exposições, livros, inspirar as pessoas em todo planeta.

Penso também que a Betina tem que editar suas obras, fazer livros, blogs, sites, colunas de jornais, revista, semanários, enfim… Se eu fosse enterrar algo na terra pra ser visto no futuro, colocaria fotos da Catharina, poemas da Betina, e o sorriso de todos os meus amigos. Ah, e uma foto do Meu Preto, meu cachorro querido que o Xu virou o pai.

E pra mim, bem, pra mim eu peço apenas, que vcs continuem a voar no meu céuAberto, lá, onde eu vivo minha vida, onde faço essa viagem diária pro único lugar que vale a pena viajar: o espaço interior.

BAR DO BARDO disse...

Parabéns!
Parabéns!
Parabéns!

betina moraes disse...

wal...

madre superiora,

você nos juntou, euteamo.

betina moraes disse...

henrique,


obrigada, mil vezes!


um beijo.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

BB
olha só
a gente não pode fazer zona neste blog heim
nada de tradução de PV, de falar de secho, de coisarada de mulér....

olha só
vc pára heim
te ponho de joelhos na frente da TV, assistindo 24 horas por dia, cenas inéditas do Big Brother.... isto significa, 10 dias sem computador.

heehhehe
camisa de força perde heim!

desculpa aí
mas essa nao dá pra perder

PV: nollishy
TRAD: te jogo na spazzatura, basura, purgamento, zabor, skrald, truflais....e outras mumunhas mais.
.....

betina moraes disse...

wal...

vamos tentar manter a compostura, a censura, sem fissura. respeitar a nossa figura, mas sem frescura...

credo! teus castigos são piores do que novela das oito!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

BB....muita rima
enjoei!

jajajajja
agora rio em castejano...

escotilha disse...

hehehe, eu rio em carioca mesmo...

nydia bonetti disse...

Que trabalho lindo gente. E que astral. Betina e Wal me passam uma coisa de gente que reluz, sabe, coisa rara de encontrar. Almas gêmeas com certeza. Almas claras. Passam sempre tanta verdade, tanta força e ao mesmo tempo tanta doçura e sensibilidade. E Catharina, claro teve ter herdado a luz e o brilho. Beijão, meninas!

escotilha disse...

nydia, querida poeta!

que belas coisas você vê em nós...

olhos generosos de poeta
olhos que sublimam.

obrigada, querida.

um beijo, em nome de nós três.