DireitosReservados

DireitosReservados
☆poemasEleonoraMarinoDuarte☆edição&arteWalkyriaSuleiman☆

18 de abr de 2011

Intimo


O amor é o sono da palavra
quando a palavra se cansa
de ir à rua, de andar por si...

Verbo que descansa a alma
na alma do sonho de outro,
como se todos adormecessem.

Não diga amor! Amor se queda
entre os sentimentos da fala
subtraindo as sílabas labiais...






foto: CatharinaSuleiman

18 comentários:

guru martins disse...

"O amor é o sono da palavra"
nele
pra eu sonhar
com outro verbo
tenho que estar
apaixonado...

bj

betina moraes disse...

guru,

!


amor e paixão


!

um beijo!

Tania regina Contreiras disse...

Sem tempo de vissitar os amigos blogueiros, mas não deixei de marcar o ponto aqui."Verbo que descansa a alma na alma do sonho de outro..." Uma alma descansando na alma do sonho...é uma imagem maravilhosa!!!
Bewijos,

betina moraes disse...

tania,

um dia te compenso por tanta atenção. me aguarde!

um beijo!

laila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
laila disse...

Enquanto as pessoas discutem sobre quais serão as armas a serem usadas nas próximas guerras entre cães,

Nós respiramos e divulgamos o Amor acima de tudo...

Amor desmedido para ser sentido, tocado, sussurrado com a intensidade de uma pluma deslizando no vento.


Ame mais e mais e sempre.

Obrigada mais uma vez.

Assis Freitas disse...

é lapidar o primeiro verso, precioso na sua intimidade


beijos

betina moraes disse...

laila,

somos nós que lhe agradecemos por um acréscimo tão belo,

obrigada!

um beijo.

betina moraes disse...

assis,

que bonito!


um beijo.

☆mnemosine☆ disse...

Tania...
a vida corre mesmo
mas a gente sabe sacar as pessoas!
te saco garota

obrigada por vir

Leandro Ramos disse...

Betina já disse isso um um balde de vezes... rs
Ninguém melhor que você para dizer sobre o amor.
O amor que é a mais nobre estância da Terra, ganha matizes inimagináveis com as pontas dos seus dedos.


Forte abraço às musas desse espaço. Já não são três abraços pois percebi que os comentários feitos neste espaço, oculta outras divindades.

BAR DO BARDO disse...

texto
supra

betina moraes disse...

leandro,

você é muito generoso comigo e com o meu trabalho, eu te agradeço, obrigada.

destaco:"O amor que é a mais nobre estância da Terra"

que coisa linda!

um beijo, meu amigo!

betina moraes disse...

henrique,

sua presença é uma honra!

muito obrigada.

um beijo.

Pedrasnuas disse...

O amor ...é sono depois de todo o rebuliço...a fusão das bocas e dos corpos...o amor fica...e a palavra aflita deixa de ser dita...e o fruto da vontade morre na árvore...

pedras nuas

betina moraes disse...

pedra...

a lei do eterno retorno, no caso aqui do teu comentário, ao pecado original!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

BB, sabe onde o amor se queda?
Em Filadélfia filha....

betina moraes disse...

rsrsr ...