DireitosReservados

DireitosReservados
☆poemasEleonoraMarinoDuarte☆edição&arteWalkyriaSuleiman☆

4 de abr de 2011

Câmara


Não me encontras entre os carros,
meu lugar é antiguidade, tempo...
Sou guardada no grão onde vivo,
os motivos me tomaram para si.

Sinto mais do que a maioria, mais!
E sinto tanto que sou de névoa e ar,
evaporada em rubores e sensores,
misturada como parte do mundo.

Não sei dar-lhes o meu endereço
não sei mostrar como se chega,
o percurso inteiro eu não conheço,
só há começo, a rua não existe.

Mas me habito bem por aqui, moro,
me reconheço, me nomeio, me gero,
me desnudo, me sirvo, me desminto,
nesse vale fértil que chamam ventre.





foto: catharinaSuleiman

30 comentários:

Leonardo B. disse...

[ventre, lugar primeiro e nascente,

a revelação e origem semente de todas as cartografias do mundo]

imenso,

Como imenso o meu abraço,

Leonardo B.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Betina

Uma das honras da minha vida, uma das coisaas desta terra que não me esquecerei jamais, é do teu olhar que atravessa mundos, dimensões, ajudada pelos cristais do ship, e entra em mim.

E me revela, e me desnuda, e me serve a mim mesma numa bandeja feita de pó!

Pó de gente,
de estrela
e de universo.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

ehehehheh
digamos que vc é a kriptonita que faltava na miha empada

Walkyria Rennó Suleiman disse...

ehehehheh
digamos que vc é a kriptonita que faltava na miha empada

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Leonardo

Eu sei que o mapa não é o território....
sei tbm que cartografias sevem apenas à alma.
E é nessa almimensa que te encontrei, meu irmão...

Fica com a gente, não nos percamos de nós!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Ok Leonardo,
vou dar uma de Betina...

Ai gente, um beijo pelas três....eheheh

Tania regina Contreiras disse...

o percurso inteiro eu não conheço,
só há começo, a rua não existe.

Eu amei isso! Eu pintaria isso (ou pintarei, quando aprender a pintar..rs)...Ah, eu acho mesmo que eu sou isso, esse começo sem s o depois, essa porta que se abre ao nada, tudo isso aí que eu gostei imensamente de ler. A foto está uma beleza e vocês (TRÊS!...não dá pra esquecer..) estão demais!
Beijos,

betina moraes disse...

tania,

mulher, quando é mulher, sem as reservas de estilo e as contradições sociais, é assim!!! parabéns por saber que não se sabe o caminho...

obrigada por tudo, querida.

um beijo, de três!

escotilha disse...

wal...

eu te amo.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Tania
poxa, eu achei que vc já tivesse pintando o 7.

Queridona, obrigada pelos elogios, por tua presença e olha, quanto mais eu fico véia nessa terra de Deus, menos entendo, menos pergunto, e mais vivo.

4 de abril de 2011 22:02

O PRAZER DE SER PROFISSIONAL DE SAÚDE disse...

Amei ler o que sua alma fala
Meus aplausos
Bjs

Leandro Ramos disse...

Mas me habito bem por aqui, moro,
me reconheço, me nomeio, me gero(...)

Um rebento em moto-contínuos. Um oceano todo de sutilezas. A imagem um poema à parte, que nos remete as estátuas gregas.

Abraços nas três.

Barbara disse...

meio da terra fundo do mar
na roda das Parcas roda o ventre no meio da terra no fundo do mar
e quando evapora
é sempre por amor

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Os motivos me tomaram para si....Betina.

Filha, olha só a foto que vc fez da sua madre....

nem sei o que dizer!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Leandro
ai que bom que vou responder antes da Betina que vive num universo de 100 horas por segundo...ehhehehe.

Eu acho que vc disse a grande mágica que rola entre os sexos. Um homem faz seu endere/co e morada na mulher amada. Lenadro, e a mulher, apesar de perdida dentro de tantos universos, sabe que tem alguém que sabe encontrá-la.

Ai, ai, tô atrás desse ómi.

betina moraes disse...

oprazerdeserprofisssional...

obrigada por vir aqui nos ver, obrigada!

venha sempre, haverá alma e palavra, sem retoques

e te esperamos!

um beijo, de nós três!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Bárbara

é, essa morte invisível.... esse vapor que vemos em dias quentes, em desertos da alma

no fundo
no raso fundo
no brejo...ehhehhe
pode esperar viu!

betina moraes disse...

leandro,

você lê, com seus olhos de especialista, as coisas que desejamos focar com o nosso trabalho aqui. e eu te agradeço muitíssimo!

um beijo, meu querido, em nome das três.

betina moraes disse...

olha ela aí... wal... você me ganhou na corrida pela resposta leandrística!!!! eu protestoooooooooooooo! o lelê é meu!!!!!!!!!!!!

betina moraes disse...

barbara,

suas palavras cavaram um pedaço de terra aqui...


obrigada!

um beijo, só de duas, a wal... já te beijou...

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Betina
sorry baby, mas tenho pernas maiores, ganhei a corrida Leandrística!

PV:adocymis
TRAD: ah, a doce miss...bem literal pra ver se vc pega!

Sylvio de Alencar. disse...

Linda foto, linda poesia, lindo espaço. [2]

Abrçs as três!

betina veloz! disse...

wal...maratona

deixa você comigo!

betina moraes disse...

sylvio,

um beijo, querido!

☆mnemosine☆ disse...

Betina Veloz
bip bip

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Sylvio
Silvius
Sivícola

adoro vc
mas minha religião nào permite

obrigado por vir....

betina devota disse...

deusa,

sua benção!

Imagens disse...

Olá Moças,


Muito bom o trabalho de vocês, mas preciso destacar as fotos, é impressionante a qualidade. Tenho especial atenção com trabalhos fotográficos e poucas vezes vi algo com tanta qualidade técnica e inspiração aqui no Brasil. Parabéns a fotógrafa Catharina Suleiman. Gostaria de saber onde expõem seus trabalhos e se há livro publicado.

cordialmente, M.Vinícius

betina moraes disse...

M.Vinícius,

obrigada por sua presença, observação e comentário.

abraço.

☆mnemosine☆ disse...

Marcos
prazer te vc aqui.
Nossa intenção no futuro, é não fechar portas. Livros, exposições, tudo que possa levar a beleza pras pessoas, tá na nossa mira.

Volte sempre